novembro 07, 2013

Ela não podia esperar que ele fosse o bocado que lhe faltasse da existência. Por isso, quando encarou as letras do bilhete da viagem na estação de comboios verteu as lágrimas que faltavam para correr.
Depois ele chegou, arrancou-lhe a mágoa e voltaram para casa, deixando Espanha para trás.


2 comentários:

  1. Não sei como consegues, mas fazes-me viajar sempre. As tuas palavras embalam.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ohh minha querida, muito obrigada!:) És um anjo.

      Eliminar